De Las Vegas ao Grand Canyon

Passando pela Famosa Route 66

Hoover Dam
Ao fundo represa Hoover Dam

Uma road trip fantástica, passando pela famosa Route 66, desertos, cidades que "roubam" nossos corações. Assim aconteceu comigo com a cidade de Williams.

Deixamos Las Vegas com a imagem luminosa da cidade em nossas mentes e a certeza de que é um lugar para se voltar

Saímos por volta das nove horas da manhã. Programei GPS para Kingman, Seligman e Williams. 

Estas duas últimas para conhecermos a famosa Route 66.
A estrada para Kingman passa pelo meio do deserto. 

Sem nada por longos trechos. Vez ou outra encontrávamos aquelas lanchonetes, que parecia que estávamos vendo um filme.
Viagem Simplesmente
Ao entramos em Seligman, logo à direita da rua, paramos para almoçar.

Um local típico, com muitos moradores locais e muita simpatia por parte dos atendentes. 

Impressionante, só falar que se é brasileiro, o pessoal abre aquel sorrisão.
Restaurante na rota 66
O local estava todo decorado com motivos de natalinos e nas paredes bichos empalhados.

Muitos quadros com fotos de paisagens e pessoas.
Rota 66
 Eu fui de salada, mas a turma não resistiu ao hamburger.
Lunch in route 66
Após o almoço fomos conhecer a rota 66.

A histórica Route 66  vai de Chicago, Illinois até Los Angeles e cruza os Estados do Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, Novo México e Arizona. 
Rota 66
Nós pegamos apenas um pedacinho dela, entramos por Kingman até Seligman.

O lugar é uma graça, a todo instante lembrávamos do filme "carros". Tem muitas lojinhas para se comprar souveniers, postos de gasolina e restaurantes.
Route 66
 A turma curtiu muito.
Rota 66
Seguimos para Williams, a última cidade antes de seguirmos viagem para o Grand Canyon. Neste momento começamos a perceber que encontraríamos neve pelo caminho
....dito e feito!
Eu simplesmente amei a cidade de Williams e ficaria muitos idas por ali.
 Tinha muita neve na cidade de Williams. Telhados cobertos e muito frio.

Gostaríamos de ter ficado mais tempo na cidade, mas como escurece cedo, por volta das cinco da tarde, continuamos nossa viagem. 

O GPS, meio que se perdeu, aí lembrei que tinha anotado o nome de uma cidade próxima: Tusayan, bingo!
                                                                 Tusayan/AZ


Na entrada no parque recebemos um mapa e um jornalzinho informativo.

Fomos até o Visitor Center e estacionamos o carro. Pegamos um ônibus que faz o tour pelo parque. Tivemos o primeiro contato com o Grand Canyon. Descemos na primeira parada. 

O frio e o cansaço das 280 milhas, já começavam a incomodar e estava escurecendo. Voltamos para o estacionamento e fomos fazer check-in no Yavapai Lodge. 

Em frente a nossa cabana, tinha neve, mas o quarto estava quentinho.
Recebemos indicação de amigos para comermos a pizza do Maswik Lodge. Nossa, gente! Que delícia!

Acordamos por volta das 7 horas da manhã. Pegamos o carro e fomos conhecer alguns pontos do parque. 

Realmente é indescritível. É o tipo de lugar que se deve conhecer, antes de morrer.

Saímos por volta das nove horas da manhã com destino a Los Angeles

Viagem longa e cansativa, cerca de 500 milhas.

Depois de pegarmos um trânsito daqueles em Los Angeles, finalmente chegamos em Santa Mônica


Leia nosso post sobre Los Angeles e Santa Mônica



Confiram nossas viagens aqui também: 

Facebook / Twitter / Instagram / Pinterest / YouTube / Google+ 

E, não esqueçam de curtir nossa Fan Page no Facebook 








Nenhum comentário

Back to Top