Mudanças para as famílias viajarem mais pelo Brasil


Quando fui convidada para escrever na blogagem coletiva, tive receio de que não conseguisse tempo para participar. Também queria muito falar das dificuldades de se viajar pelo Brasil .
Conheço praticamente o Brasil inteiro. Muitas viagens fiz de carro, as mais longas de avião. Posso dizer que, tanto de um meio de transporte, como de outro, gasta-se bastante para uma família de 4 pessoas viajarem juntas.
Somos um casal com uma filha de quase 16 anos e um filho de 10.  Moramos no sul do Brasil. Viajamos muito de carro e percebemos que, conforme as “crianças” vão crescendo, mais dificuldades encontramos em conseguirmos quartos quádruplos na rede hoteleira de nosso país.

Quando se acha, é com um preço absurdo. Pode-se optar em ficar com dois apartamentos duplos. Isso não quer dizer que vai ficar mais em conta, mas é o que a reservas dos hotéis tem a oferecer.  Agora pergunto à vocês: Vocês teriam coragem de deixar seus filhos de 16 e 10 anos num quarto separado do seu?  Eu não! Nem aqui, nem em nenhum outro lugar.

Embora nossos hotéis ofereçam cafés da manhã, como parte das diárias, wi fi e estacionamento grátis, não creio que se justifiquem valores tão altos. Dificilmente se encontra uma composição de quartos quádruplos aqui no Brasil, como se encontra em outros países: 2 camas de casal. Aqui é uma cama de casal e um sofá ou 1 cama de casal + 1 de solteiro + 1 cama auxiliar.
Nos EUA os hotéis classificam nossos filhos como “crianças” até 17 anos, aqui no Brasil a política é outra e vai depender muito do local onde você vai. Alguns acomodam gratuitamente crianças até 2 anos, outros crianças até 5. 
                                                        Quarto quádruplo nos EUA

                                                          Quarto quádruplo no Brasil (web)
Elenquei alguns itens que foram me passando pela cabeça, que na minha opinião,  poderiam fazer com que as pessoas viajassem mais por aqui:

1) Passagens aéreas com tarifas flexíveis;
2) Sair dos aeroportos, sem correr o risco de alguma quadrilha nos seguir até  em casa.
3) Aeroportos em péssimo estado de conservação. Precisam de uma repaginada geral.
4) Praças de alimentações dos aeroportos precisam rever valores cobrados para um simples café com pão de queijo e uma água! Um assalto!
5) Ah, assalto também ao pé da letra, pois aqui também há quadrilhas especializadas em levar a mala alheia para fazer uma “viagem” sem volta. Ok, claro, devemos estar atentos em qualquer lugar do mundo, mas porque apesar de tantas denúncias, os furtos continuam acontecendo?
6) Parques temáticos em boas condições, de maneira que nossos filhos possam aproveitar todos os brinquedos do parque, encontrando-os em perfeito estado de conservação e limpeza.
7) Poder andar num calçadão de uma praia qualquer, sem ser importunado por pedintes.
8) Hotéis que se adaptem à famílias com filhos mais velhos, sem que os mesmos   precisem ficar em quartos separados, com preços acessíveis.

                                                          
      Já tive a oportunidade de viajar várias vezes para fora do País, e cada vez que programo uma viagem mais longa, o destino na maioria das vezes é fora do Brasil.

                                                                      Cidade limpa

                                                             Parques em boas condições

Talvez porque já conheça bem o meu país, mas lá “fora”, encontro coisas que espero um dia poder  encontrar mais aqui:  segurança, preços acessíveis, lugares limpos,  parques em boas condições e  pessoas educadas. 
E, você tem alguma mudança a acrescentar para que possamos viajar mais pelo Brasil?



Veja o que dizem outros blogs sobre o assunto:
1. Adriana Pasello – Diário de Viagem: aqui
2. Claudia Boemmels – Brasileiros mundo afora: aqui
3. Flávia Peixoto – Viajar é tudo de bom! aqui
4. Claudia Rodrigues – Felipe, o pequeno viajante: aqui
5. Andreza Trivillin – Andreza Dica e Indica Disney: aqui
6. Thyl Guerra – Viajando com Palavras: aqui
7. Eder Rezende – Quatro Cantos do Mundo: aqui
8. Ana Luiza Fragoso – Oxente Menina: aqui
9. Adelia Lundberg – Paris des Petits: aqui
10. Débora Galizia – Viajando em familia: aqui
11. Márcia Tanikawa – Os Caminhantes Ogrotur: aqui
12. Karen Schubert Reimer – As Aventuras da Ellerim Viajante: aqui
13. Thiago Cesar Busarello – Vida de Turista: aqui
14- Regeane Nicaretta- Dicas da Rege: aqui
15 – Debora Godoy Segnini – Gosto e Pronto: aqui
16- Erica Piros Kovacs – Viagem com Gêmeos: aqui
17- Francine Agnoletto – Viagens que Sonhamos: aqui

18 - Sut-Mie Guibert- Viajando com Pimpolhosaqui

19 - Ana Cintia Cassab Heilborn - Travel Book Blogaqui

20 - Flávia Maciel - Bebê Pelo Mundo aqui

21 - Claudia Bins - Mosaicos do Sul aqui

22 - Patrícia Tabalipa - Roteiro Baby Floripa aqui

23. Andrea Almeida Barros - Do RS para o Mundo:aqui

24. Patrícia Papp - Coisas de Mãe:aqui


26 - Andrea e Luciano - Malas e Panelas aqui

27- Patricia Longo Tayão - Viajar hei: aqui

Nenhum comentário

Back to Top