Macchu Picchu de moto


Do RS a Macchu Picchu de moto

De moto até Macchu Picchu
                                                              (Eloíza e Terres)

Fomos convidados a fazer parte dessa aventura. Claro não temos moto, mas iríamos como carro de apoio. Infelizmente poucos dias de férias, nos impossibilitaram de ir... Mas, a promessa de contar tudo para nós, ficou por conta da Eloiza e do Terrez, que percorreram 13.000 km em 30 dias. Eles partiram de Porto Alegre/RS rumo ao Macchu Picchu no  Peru. 
Confira a entrevista dada ao Viagem Simplesmente.


1) Como surgiu a ideia da viagem?

A ideia surgiu de um sonho antigo: Conhecer Macchu Picchu de moto. É uma das maiores aventuras que se pode fazer. Muitas vezes ouvíamos das pessoas: "Vocês são loucos, irão cansar, é perigoso". Enfim, se ouve de tudo. Procurei filtrar tudo e analisar a vida das pessoas. Cheguei a conclusão que a maioria delas entra no comodismo e não vai além de seus limites. E, foi ai que comecei a mobilizar amigos, que tinham o mesmo sonho.

2) Como foi o planejamento?

Depois de convocar dois casais de expedicionários, que já tinham feito viagens longas, outros se candidataram também. Quando percebemos já éramos 7 casais. Algo inédito para uma expedição desta proporção. Em fevereiro de 2014, marcamos nossa primeira reunião, e assim, todos os meses nos encontrávamos para alinhar o roteiro, hospedagem, quilometros a percorrer e lugares interessantes a visitar.

3) Qual foi o percurso de ida?

Porto Alegre/Uruguaiana/Pampa Inferno/Salta/Jujuy/Purmamarca/Tilcara/Passo Jama (fronteira com o Chile)
Atacama (Vale de La luna - vale de Marte - Geiser el Tatio - Lagoas Sísmicas) , Salinas Grandes/Deserto da Bolívia (Ollague)/ Salar de Uyuni/Dakar/Oruro/La Paz/Copacabana Bolívia/Carretera de La Muerte/Lago titicaca (maior lago navegável do mundo)/Puno (Peru)/Ollantaytambo/Santa Tereza/Águas Calientes/Macchu Picchu e Cusco.


4) Voltaram pelo mesmo trajeto? Se não. Qual foi a rota?

O grupo se separou na volta. Dois casais voltaram a La Paz para manutenção e voltaram por Cochabamba/Santa Cruz de La Sierra/Corumbá-MS.
Três casais, incluindo a Elo e eu, voltamos pela Transoceânica que liga o Peru ao Brasil. Via Acre, conhecemos a Selva Amazônica Peruana e Brasileira.
Dois casais voltaram pelo litoral chileno, pois tinham mais tempo.

5) As reservas de hotéis, fizeram por aqui ou foram sem reservas?


As reservas fizemos apenas nos lugares que julgamos serem mais difíceis de se hospedar, como no Atacama no final do ano. O restante não foi necessário, mas pelo número de pessoas, ficava difícil hospedagem no mesmo hotel.


6) Sempre ouvimos falar da corrupta Polícia Caminera Argentina. Vocês tiveram algum problema com ela nesta viagem?

Não tivemos nenhum tipo de problema com a Polícia Argentina. Fomos muito bem recepcionados.

7) Em algum momento sentiram-se inseguros?

O momento de insegurança aconteceu no trecho de Paso de Jama, onde chegamos a 4200 m de altitude e vimos muitas pessoas passando mal na Aduana. Desmaios, falta de ar, mas basta manter a calma.

Jujuy
Outro trecho punk foi de Calama( Chile) até Uyuni( Bolívia), onde percorremos 400 km de estrada sem asfalto. Estrada traiçoeira com caixa de areia. Tivemos que ter muita cautela.


No meio do caminho, chegamos a Ollague. Cidade fantasma, estava muito frio e o único lugar para pernoitar, estava fechado e não tínhamos como continuar, pois estava anoitecendo. Depois de muito esperar, apareceu a proprietária. Foi um alívio para todos.

Cidade fantasma Ollague

                                                           ( Ollaggue )
8) Quais os acessórios para o motociclista e a moto, imprescindíveis para uma viagem com esta?

As motos estavam com ferramentas necessárias para qualquer manutenção. Mas, algumas coisas que não podem faltar: Fita Tap 3M, lanterna, faca, comida. Muita hidratação, filtro solar, creme corporal e óleo.


9) Vivenciaram alguma situação difícil durante o percurso?

Sim. A situação mais delicada foi no Deserto da Bolivia, entre Salar Uyuni e Challapata. No meio da cordilheira, estávamos subindo e próximo a um vilarejo, um garoto se atravessou na frente de nosso comboio de motos. Tivemos muitos problemas com a polícia e a família. Depois de dois dias, conseguimos nos liberar e seguir viagem. 

10) Se tivessem que fazer algo diferente na viagem, o que fariam?

Levaríamos menos roupas. Ficaríamos mais tempo contemplando as belezas do lugar.



Contemplando a paisagem do Chile
11) Resumidamente o que vocês diriam para aqueles que nunca foram de moto para o Macchu Picchu?

Viajar de moto é o sonho de poucos.Tem que ter espirito de aventura. De moto você faz parte da paisagem, você é bem recebido e admirado por todos. Muitos gostariam de estar ali, no seu lugar. Mas, poucos tem coragem. Então, meu conselho é sempre esse: Deus só te deu uma vida. Aproveite e viva intensamente. Ao invés de inventar histórias para seus filhos e netos, conte-as. Temos muitas para contar.



E, voce já fez uma viagem assim? Gostaria de fazer? Conte para nós.





6 comentários

  1. Respostas
    1. Então, quase fomos junto como carro de apoio. Problema foi o tempo que não tínhamos. Obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Que fotos fantásticas. Eu não tenho o sonho de viajar de moto mas não estou naquele grupo que diria que é loucura. Achei muito legal poder curtir algo que você gosta de fazer. Eu faria o trajeto só para ver essas paisagens lindas que você compartilhou aqui, mas iria de carro. kkk
    Belo post, super complete. Tati

    ResponderExcluir
  3. Eu também estou no grupo do carro...rsrsr. Aliás, não descartado essa viagem ...rsrsr

    ResponderExcluir
  4. Ola pessoal!
    primeiramente parabéns pelo blog, sensacional suas dicas!
    recomendo viajar ao peru e conhecer machu picchu uma das maravilhas do mundo e o ultimo refugio inca, também recomendo visitar outros lugares turísticos como lago titicaca, nazca, paracas, ancash, choqueqirao e muitos outros puntos turísticos mais.
    sua gastronomia é reconhecida no mundo por sua variedade de platos tipico em cada região, deguste o melhor de nossa gastronomia peruana e bom apetito.

    ResponderExcluir
  5. Olá gente!!
    primeiramente parabéns pelo blog.
    Aqui alguns pontos turisticos do Peru.
    Peru é muito grande com muitas alternativas para escolher, não há dúvida de que o atrativo mais importante no Peru é a visita a Machu Picchu, também não podemos deixar de visitar tanto Cusco e Vale Sagrado.Visitar Arequipa também vale a pena pelo seu valor arquitetônico e calor da cidade. Ir para as Ilhas Ballestas e apreciar a vida marinha, apreciar também as Linhas de Nazca. Passear por Lima e desfrutar da gostosa comida peruana.
    Estes são algumas das atrações a comentar, há muitos mais que o Peru tem para oferecer.

    ResponderExcluir

Back to Top